,

,
,

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Sobe para 18 o número de mortos pelas chuvas no ES

Morte foi confirmada em Barra de São Francisco, segundo Defesa Civil.
Mais de 48 mil estão fora de suas casas, no balanço anterior eram 50 mil.

Sobe para 18 o número mortos em decorrência da chuva que ocorre em praticamente todo o Espírito Santo. Segundo a Defesa Civil Estadual, no boletim divulgado às 15h desta quarta-feira (25), foram confirmadas  duas mortes em Baixo Guandu, uma em Barra de São Francisco, cinco em Colatina, uma em Domingos Martins, oito em Itaguaçú e uma em Nova Venécia.
Reduziu o número de pessoas que ainda estão em abrigos ou casas de parentes e amigos. Até o início desta tarde, mais de 48 mil estavam fora de suas casas. No balanço anterior, o número chegou a quase 50 mil. A Defesa Civil informou que o levantamento do número de pessoas afetadas continua prejudicado pela dificuldade de acesso a muitas localidades, algumas totalmente isoladas pela intensa inundação, sem comunicação, água Subiu para 50 o número de municípios mais afetados e são eles: Afonso Claudio, Agua Doce do Norte, Águia Branca, Alto Rio Novo, Aracruz, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Bom Jesus do Norte, Brejetuba, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Colatina, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Domingos Martins, Ecoporanga, Fundão, Governador Lindemberg, Guarapari, Ibatiba, Ibiraçu, Itaguaçu, Itarana, Jeronimo Monteiro, João Neiva, Laranja da Terra, Linhares, Mantenópolis, Marechal Floriano, Muniz Freire, Nova Venécia, Pancas, Rio Bananal, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São Mateus, São Roque do Canaã, Serra, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Pavão, Vila Valério, Vila Velha e Vitória.
A Secretaria Nacional de Defesa Civil continua enviando alertas de risco de inundação e deslizamento de terra nas regiões com mais chuvas. O governo decretou Situação de Emergência em todas as áreas afetadas por desastres decorrentes das últimas chuvas.

Dificuldade
Em situação delicada, moradores de  Itaguaçu, no Noroeste do Espírito Santo, decidiram, nesta quarta-feira (25), pegar comida suja de lama que foi descartada por um mercado. Eles dizem que o novo problema é a falta de alimentos e água potável. O governo do estado comunicou que tem enviado kits de sobrevivência para as cidades atingidas, mas as vítimas reclamaram que isso ainda não é suficiente. Várias partes da cidade ficaram alagadas por conta das chuvas e oito pessoas morreram.
Casagrande
O governador do Espírito Santo Renato Casagrande disse que as últimas chuvas já são o maior evento climático da história do Espírito Santo. "Vamos ter que reconstruir todo Espírito Santo”, afirmou.
Sete aeronaves auxiliam os trabalho dos bombeiros e Defesa Civil nos municípios mais afetados. Em algum deles, como Baixo Guandu, o socorro às vítimas só é possível por helicópteros.




 
Copyright © 2013 OUVIDOR AGORA - Traduzido Por: Templates Para Blogspot
Design by FBTemplates | BTT