,

,
,

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Criança de apenas 8 anos é achada morta em construção em Catalão Goiás

Polícia acredita que menina de 9 anos sofreu abuso sexual antes de ser morta.
Pedreiro que encontrou criança lamenta homicídio: 'É triste ver'.


Familiares da garota Yasmin Martins de Souza Silva, de 9 anos, estão indignados com a morte da garota. O corpo dela foi localizado na segunda-feira (9) com sinais de estupro dentro de uma casa em construção, na cidade de Catalão, região sudeste de Goiás. O padrasto da vítima, Roberto de Sá Silva, pede empenho da polícia na prisão do suspeito de cometer o assassinato.
"É um monstro uma pessoa dessas. Como ele pode dormir sabendo que fez uma coisa dessas? Espero que a polícia consiga encontrar essa pessoa. Ele não pode estar no meio da população, pois pode fazer isso com mais alguém", disse Roberto ao G1.
A delegada responsável pelo caso, Alessandra Maria de Castro informou que ainda não tem pistas do suspeito, mas que a polícia continua fazendo buscas para encontrá-lo.
O corpo da menina é velado na sala São Vicente de Paula, em Catalão. O enterro está previsto para as 10 horas da manhã desta terça-feira (10).
Desaparecimento
Yasmin estava desaparecida a aproximadamente 24 horas. A criança havia saído da casa da avó na manhã de domingo (8) para encontrar a mãe em uma feira onde ela trabalhava. No entanto, ela não chegou ao destino. Após o sumiço, familiares e policiais chegaram a procurá-la, mas não encontraram.
O padrasto contou que soube da morte por telefone. "Um tio meu estava ouvindo rádio e me ligou avisando que haviam encontrado uma menina morta. Fui para o local com minha esposa e infelizmente era ela", recorda.
'Lamentável'
Quem encontrou a menina morta foi o pedreiro Luizmar Bernardes. O profissional trabalha na obra onde Yasmin estava e lembra com tristeza do momento em que viu a vítima.
"Cheguei e nós [outros colegas] trabalhamos um pouquinho. Quando olhei lá dentro, me deparei com a criança morta lá e chamei o outro colega meu para olhar. É triste de ver, a cena é lamentável", afirma.
Estupro
A polícia suspeita que a garota tenha sido estuprada antes de ser morta, pois foi achada com um pano enrolado na cabeça e nua da cintura para baixo.
"Ao lado do corpo, havia uma boneca e um pedaço de madeira cheio de sangue. Inicialmente, a nossa suspeita é de que ela foi levada para o local, estuprada e depois morta a pauladas. Porém, só podemos confirmar isso com o exame feito pela perícia", afirmou ao G1 a delegada Alessandra Maria de Castro, responsável pelo caso.
O corpo de Yasmin foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Morrinhos, pois em Catalão não havia médico legista de plantão.
Alessandra Castro afirma que, apesar da greve dos agentes e policias civis em todo o estado, o crime está sendo investigado. "Temos policias nas ruas e a PM também está fazendo buscas. Nossa prioridade é achar que fez isso", salienta.
fonte G1/goias




 
Copyright © 2013 OUVIDOR AGORA - Traduzido Por: Templates Para Blogspot
Design by FBTemplates | BTT