,

,
,

domingo, 7 de junho de 2015

Estudante é esfaqueada por ex que não aceitou o término, em pires de rio diz mãe

Casal namorou por um ano, mas sempre teve relação instável, em Goiás.
Família diz que ele a agrediu após ver uma foto dela com amigo no celular.
A estudante Franluíscyli Mendonça, de 15 anos, foi esfaqueada na rua de sua casa, emPires do Rio, no sudoeste de Goiás, no sábado (6). Segundo a mãe da garota, a funcionária pública Adriana Luciana Mendonça, o ex-namorado da filha, de 18 anos, foi o autor do crime. Ela diz que o jovem atacou a vítima por não aceitar o término do relacionamento. Ela está internada e o estado de saúde dela é considerado regular.
Adriana conta que o namoro dos dois sempre foi instável. Eles ficaram juntos por um ano, mas, nesse tempo, terminaram e voltaram algumas vezes. “Ele fez isso por ciúmes. Qualquer coisa ele brigava com ela, parece que é bipolar”A mãe da menor disse que a filha terminou com o rapaz havia um mês e que não queria voltar, como aconteceu em outras vezes. Inconformado, ele roubou o celular da estudante na sexta-feira (5). “No sábado, ele foi até minha casa querendo conversar com ela, dizendo que seria a última vez, que ele ia sumir. Ele mostrou uma foto da minha filha com um amigo que estava no celular dela e disse que estava sendo traído”, relatou.A funcionária pública disse que após discutirem, ele pegou uma faca e atingiu a garota cinco vezes e fugiu em seguida. “Até agora a polícia não o prendeu, então a gente fica com medo que ele possa voltar e fazer alguma outra coisa”, disse Adriana, em tom preocupado.
A vítima foi socorrida e levada para o Hospital Municipal de Pires do Rio, onde recebeu os primeiros atendimentos. Ela foi transferida no mesmo dia para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), onde está internada. Ela passou por cirurgia e encontra-se na sala de recuperação pós-anestésica. O estado de saúde dela é regular.
Relacionamento conturbado
A mãe da garota contou que o namoro foi marcado por muitas brigas, mas que a família sempre tentou conversar com o casal. “Várias vezes eu já sentei com ele, dava conselhos, tentando ajudar os dois para que desse certo, para que ele [ex-namorado] deixasse de ter tanto ciúmes”, relatou.Em uma das vezes, a mãe ficou preocupada com a atitude violenta do rapaz. “Teve um dia que os dois brigaram no portão de casa, ela tentou entrar e ele segurou o braço dela, não querendo que ela saísse. Aí ela conseguiu largar e entrar. Mas ele pegou o celular da mão dela e jogou na parede. Quebrou o telefone inteiro”, lembra a mãe.fonteg1goias




 
Copyright © 2013 OUVIDOR AGORA - Traduzido Por: Templates Para Blogspot
Design by FBTemplates | BTT