,

,
,

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Três morrem e seis desaparecidas em explosão de navio-plataforma da Petrobras no Espírito Santo

A explosão teria ocorrido após um vazamento na casa de bombas, mas a Petrobras ainda não se manifestou oficialmente sobre o assunto

Três pessoas morreram e várias ficaram feridas em uma explosão na tarde desta quarta-feira em um navio-plataforma a serviço da Petrobras no litoral norte do Espírito Santo. Seis pessoas estão desaparecidas e sete feridas. O governo do estado informou que já enviou ambulâncias para o aeroporto de Vitória para atendimento às vítimas.
Segundo o Sindicato dos Petroleiros, 32 pessoas foram retiradas da plataforma por um barco de salvamento, mas não há mais risco de explosões. Ao todo, 45 pessoas estavam na plataforma no momento da explosão. 

De acordo com o jornal local Gazeta Online, houve uma explosão no navio-plataforma após um vazamento na casa de bombas, mas a estatal ainda não se manifestou oficialmente sobre o assunto.

Também não está claro se o acidente aconteceu em Aracruz ou São Mateus. A Prefeitura de São Mateus diz que o navio FPSO/São Mateus estava em uma plataforma no campo ativo Golfinho, que fica na cidade de Aracruz, a 150 km de São Mateus. Já a Prefeitura de Aracruz informou que aguarda um posicionamento da Petrobras para detalhar as informações sobre o acidente.

A Infraero foi acionada às 13h50 para bloquear o espaço aéreo do aeroporto de Vitória e abrir caminho para o resgate das vítimas. O movimento de voos comerciais, contudo, continua sem alterações, segundo a Infraero.

As vítimas devem ser encaminhadas para os hospitais que são referência em queimados no estado. O Vitória Apart Hospital, particular e o Jayme Santos Neves, da rede pública de saúde. De acordo com os bombeiros, ao menos 16 ambulâncias estão no terminal aeroportuário prestando apoio aos feridos. Dentre os veículos estão seis UTI's móveis.

Histórico de explosões

Em janeiro, uma explosão na Refinaria Landulpho Alves (Rlam), na Bahia, deixou ao menos três trabalhadores feridos, com queimaduras de até 70% no corpo. O acidente aconteceu na Unidade Geradora de Hidrogênio, durante um serviço de manutenção na unidade. A mesma refinaria registrou um outro acidente, no mesmo mês, quando problemas no funcionamento de uma válvula geraram o vazamento de querosene em alta temperatura. Nessa ocasião ninguém ficou ferido.
Em 2001, três explosões atingiram a plataforma P-36 da Petrobras, na Bacia de Campos, deixando onze mortos, todos integrantes da equipe de emergência. O acidente também provocou uma inclinação de 16 graus na plataforma, devido ao algamento de parte de seu compartimento.



 
Copyright © 2013 OUVIDOR AGORA - Traduzido Por: Templates Para Blogspot
Design by FBTemplates | BTT